Quartos coloridos: como alegrar o ambiente

|

Especialista dá dicas de como combinar as cores do ambiente
Isabela Zamboni

Quartos coloridos
As paredes brancas e móveis neutros são escolhas básicas que deixam qualquer ambiente discreto, simples e bonito. Porém, investir em cores fortes e numa decoração colorida pode deixar a casa mais alegre e aconchegante. Que tal deixar seu quarto mais vivo e cheio de cor? O arquiteto Allan Feio dá dicas para quem quer deixar o cantinho mais íntimo da casa cheio de vida:
Na medida certa
O arquiteto ressalta o cuidado que se deve ter na escolha das cores:  “A cor é um elemento extremamente importante na arquitetura de interiores. Uma cor bem aplicada pode transformar um ambiente. O contrário também é possível: uma escolha equivocada pode destruir uma decoração. Todas as cores podem ser usadas nas paredes do quarto – o segredo é encontrar o tom certo desta cor. Até a cor preta pode ser utilizada”.
Como começar
Escolher a cor certa e saber quais combinações são mais apropriadas é um trabalho difícil que exige paciência: “Comece aos poucos e eleja apenas uma parede. Pinte-a com uma cor mais forte que as demais, que podem até receber a mesma cor, só que em um tom mais suave. O ideal é escolher um tom abaixo do pretendido, visto que haverá diferenças entre a cor impressa no catálogo de tintas e a cor aplicada na parede. É recomendado fazer um teste em uma pequena área antes de pintar toda a parede. Também é interessante substituir os puxadores dos armários por modelos mais alegres”, ensina.
Cor da parede x cor dos móveis
É possível escolher qualquer cor para as paredes, desde que elas combinem com os móveis para deixar o ambiente equilibrado. “Deve haver sempre um contraponto. Parede com cor forte combina com móveis neutros e vice versa. Se tanto as paredes quanto os móveis tiverem cores marcantes, não haverá destaque. O visual ficará pesado e cansativo. Portanto, se sua parede tiver uma cor forte, o ideal é um móvel branco ou de tons sóbrios”, revela Allan.
Objetos de decoração
Para quem gostaria de mudar o ambiente aos poucos e tem medo de ousar, os objetos decorativos podem ser uma boa opção. “Almofada, colcha, cortina, luminária, porta lápis e porta retrato são algumas das opções. Bonequinhos de ‘toy art’ continuam em alta e podem ser uma boa pedida. A vantagem dos objetos decorativos é que você pode ir colocando aos poucos, sabendo o momento certo de parar. Além disso, caso alguma combinação não saia conforme o esperado, é só retirar a peça, sem maiores transtornos”, aponta o especialista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário