Dica de Saúde : Como prevenir a gastrite

|
A mudança de hábitos é a melhor maneira de evitar a gastrite

Só quem tem gastrite sabe que a doença é muito maior que um simples desconforto

 estomacal. E estes não são minoria! Cerca de 70% da população brasileira  está infectada

 pela bactéria Helicobacter pylori, uma das principais causas da doença, que também pode 
contribuir para o desenvolvimento de úlcera e câncer de estômago. O que poucos sabem é 
que a mudança de alguns hábitos pode garantir a prevenção da gastrite. Conversamos com 

o endoscopista Dr. Sérgio Barrichello, que explicou tudo sobre o assunto. Confira!

Como prevenir a gastrite

Diagnóstico
A gastrite pode se apresentar de duas formas: a crônica ou a aguda. Quando o contágio se dá através de infecção pela bactéria H. pylori, dizemos que a doença é crônica. Já quando se dá pelo uso contínuo de medicamentos que podem inflamar e inchar o revestimento do estômago ou pelo consumo exagerado de álcool e café, temos uma doença aguda. O principal meio para detectar a sua presença e diferenciar sua forma é através de uma endoscopia digestiva, explica o médico.
Tratamento
A partir daí, é hora de fazer mudanças. Segundo o Dr. Sérgio, alimentos ácidos, gorduras, cafeína e álcool devem ser banidos da dieta do paciente. “No caso da bactéria, o tratamento passa a ser feito com a associação de antibióticos e um medicamente que inibe a acidez. A boa notícia é que as pessoas que têm a H. pylori e passam por um tratamento têm aproximadamente 1% de chance de voltar a ter úlcera ou gastrite em um ano. Entre as pessoas que não tratam, o índice aumenta para 95% de chance”, alerta o endoscopista.
Prevenção
Já dizia o velho ditado, “Prevenir é melhor que remediar”. Condições de higiene e sanitárias adequadas, aliadas a uma dieta alimentar saudável e equilibrada, pode garantir o bem-estar e evitar que a gastrite se apresente.  Veja algumas dicas para evitar a gastrite de maneira saudável:
- Consuma verduras, legumes e frutas;
- Evite o consumo exagerado de gorduras, cafeína, álcool e condimentos ácidos e picantes;
- Faça no mínimo três refeições ao dia em ambiente tranquilo;
- Não exagere na quantidade de alimentos por refeição e mastigue bem;
- Evite temperaturas extremas (muito quente ou muito gelada);
- Beba líquidos com frequência, exceto nos horários das refeições.
 FONTE:REVISTA MALU

Nenhum comentário:

Postar um comentário